quarta-feira, 1 de março de 2017

Universo Particular

Cena do filme "Mesmo Se Nada Der Certo" de John Carney

Pelas entranhas congeladas dos metrôs de São Paulo, um jovem casal, na faixa dos 25 anos, observa a estrondosa correnteza de pessoas, a maioria constituída de adolescentes com garrafas de vodca nas mãos, exibindo os corpos em transe e a selvageria dos primatas.

Por cada estação, mais movimentação caótica, brados eufóricos e fantasias extravagantes. Em meio a esse claustrofóbico cenário, o casal apenas troca olhares e risos sutis, balançando lepidamente as cabeças em tom de negação, até que o rapaz se inclina em direção ao ouvido da moça e cochicha:

- Ao menos, todo Carnaval tem seu fim, como diz aquela música do "Los Hermanos".

Um riso instantâneo irrompe da face da moça e ela retruca, tão discreta quanto o parceiro:

- O que não tem fim é a ignorância das pessoas.

- É por isso que eu te amo! - Um beijo célere do rapaz, nos lábios da moça, sela a concordância.

Ao chegar na última estação, a manada restante dispara em desespero para fora do metrô, rumo às escadas, a fim de prolongar a festa nas ruas, buscando, irresponsavelmente, prazer e popularidade. À medida que os barulhos vão esmorecendo e o gado vai se dispersando pelos andares superiores, surge, ao fundo da estação, o casal saindo do metrô, envolto em uma intransponível redoma de tranquilidade, com as mãos entrelaçadas e uma serenidade plena nos rostos.

Com passos vagarosos, caminham cada vez mais distantes do Carnaval e mais próximos deles mesmos.

Por Vitor Costa

12 comentários:

  1. VITOR COSTA,

    sou seu seguidor e a convido para conhecer o nosso novo blog, o sexto em seis anos de blogosfera, o titulo é: MULHER BURRA NÃO SEGURA HOMEM.
    O link é http://paulotamburropaulo.blogspot.com.br/ (COPIE E COLE)
    Participe e entenda as razões do blog.
    Espero por você .
    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  2. Há muito barulho nesses dias, mas por dentro talvez seja ainda maior os sons, as distrações incessantes , buscando algo que se torne inteiro pela repetição. ( uma percepção minha apenas ). E o casal, ah.. Pude ver a cumplicidade ao ler . Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com sua percepção, Milene. Talvez toda essa euforia desmedida seja reflexo de um imensurável vazio ensurdecedor que reverbera em nosso ser. Obrigado pelo comentário! Passe bem ;)

      Excluir
  3. O lema, para mim, é: "Ao menos, todo Carnaval tem seu feriado". Cada um aproveita de um jeito, né?

    Ótima construção de cenário e ótimo conto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Lari! Para mim foi um excelente pretexto para passear por São Paulo em lugares alternativos e, consequentemente, poder criar esse pequeno conto.

      Muito obrigado pelo elogio! E espero que tenha aproveitado o Carnaval, fazendo o que gosta rs Beijos!

      Excluir
  4. É meu caro, normalmente o circo é para cegar, e bobo continua sendo feito de bobo nesse ciclo vicioso de prazeres momentâneos. Felizes, não, triste são aqueles que não vivem sequer à sombra da ignorância. Mas temos nossos prazeres, não? :D

    Bela narrativa man, passe bem :D
    xoxo

    ResponderExcluir
  5. Sozinhos somos fortes! Juntos somos lendas!... já dizia Sir Tolkien, quando duas boas almas se completam. Bem, lá no livro da saga do Anel o escritor fala do encontro do Mago com o shadowfax, mas dá na mesma. Nada como não se sentir só, no baile de máscaras carnavalesco que pode ser a vida em sociedade.

    Meu Olá
    =)

    ResponderExcluir
  6. Muito bom. Bastam-se, e isso é tudo. Perfeito, Vitor. Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Perfeita reflexão em forma de um belo texto. Deu vontade de te dar um abraço.
    Na verdade, nunca curti carnaval.
    lua-de-carmim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Nossa, eu senti uma paz muito grande lendo isso.

    Amor quando verdadeiramente sentido e vivido é assim, percebe-se de longe.
    E tem coisa melhor do que olhar pro lado e encontrar paz, proteção e reciprocidade no rosto de quem a gente ama?
    Muito bom!!! Saudades!!!

    ResponderExcluir
  9. Que lindo!
    Não precisamos de muito quando temos aquilo que precisamos, a tranquilidade e a paz do amor.

    Abraço e bom final de semana!
    http:/mmylife-rapha.blogspot.com

    P.S: O My life está completando 7 setes anos, passe lá para conferir as novidades e promoção.

    ResponderExcluir